Resenhas

Análise do filme Dogville

Por William de Oliveira

Título Original: Dogville
Produção: Vibeke Windelov
Ano de Produção: 2003
Roteiro: Lars Von Trier
País: Dinamarca
Direção: Lars Von Trier
Duração: 178m
 

O filme se passa nos anos 30 e conta a história de Grace (graça) que ao fugir de gangsters acaba chegando ao vilarejo de Dogville. Nesse vilarejo, formado por pessoas distintas, mas muito metódicas, ela é a principio bem recebida, e após um período de testes acaba sendo definitivamente acolhida como um membro daquela sociedade .Esse estado de harmonia, no entanto, começa a mudar quando o FBI espalha cartazes para achar Grace.

Filosoficamente o filme é um retrato das possibilidades de ação do ser humano, ou de uma sociedade, diante de fatores como o medo e o poder.

O filme tem basicamente tres fases:

1 – Na primeira parte do filme, Grace é a “graça” que trás uma nova perspectiva de emoção para aquele monótono vilarejo. É a novidade que beneficia e faz com que todos em Dogville se sintam bem. O trabalho de Grace não é visto como obrigação, mas como favor, como boa vontade.

2 – Num segundo momento, diante do interesse do FBI em achar Grace, o vilarejo se enche de temor. Grace já não é mais enxergada como um “bom vento”, antes como uma ameaça a paz de Dogville, que reage impondo certas condições pra manter Grace escondida.

3 – No terceiro momento, encontramos uma sociedade que ao perceber o poder conquistado diante do medo de Grace em ser achada, passa a aproveitar-se disso. As pessoas que antes eram agradáveis e viam em Grace uma dádiva, agora abusam dela, fazendo-a de escrava sexual e no trabalho. Grace agora tem obrigação de satisfazer os habitantes de Dogville.

Um destaque é o personagem Tom Edison (Paul Bettany), que deste o começo mostra total interesse em Grace, inclusive sendo fundamental para sua permanencia em Dogville, pelo qual Grace também parece mostrar interesse. No entanto Tom é fraco, e deixa ser manipulado pela comunidade de tal forma que ja no final do filme se volta completamente contra sua amada, sofrendo assim o mesmo trágico fim do restante do vilarejo.

Dogville é sem dúvida uma obra de arte em forma de cinema.

06/12/2010

Anúncios
Publicado on dezembro 6, 2010 at 10:44 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://blogdowilll.wordpress.com/resenhas/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: